fbpx

É simplesmente birra. Será?

É difícil encontrar alguém que nunca tenha se deparado com uma criança rebelde, desobediente e agressiva. É da natureza da criança ser curiosa, questionar os pais e ficar nervosa quando não consegue o que quer. No entanto, é preciso prestar atenção quando esses comportamentos são constantes e atrapalham a vida social, familiar e escolar. Essa rebeldia, aparentemente sem causa, pode ser um indicativo de um transtorno comportamental, conhecido como Transtorno Opositivo Desafiador (TOD).

O TOD é caracterizado por um conjunto de sintomas como a agressividade, desobediência e irritabilidade. Geralmente são crianças que demonstram pouca empatia e pouca preocupação com os outros. Elas apresentam dificuldade em respeitar autoridade, não assumem responsabilidade pelo o que fazem e são insistentes até que suas vontades sejam atendidas. Essas crianças choram, desafiam e desautorizam os pais e, em decorrência desse comportamento difícil, não é raro que sofram bullying na escola e que sejam excluídas de eventos sociais em família e de programações escolares.

É claro que apresentar alguns sinais de desobediência é normal, pode ser uma fase. Porém quando os sintomas persistem por mais de seis meses e começam a interferir na vida social, familiar e escolar, os pais devem ficar em alerta, pois são fortes indicativos do transtorno.

De acordo com Terapeuta Ocupacional da Neurofisio Intensiva, Raquel Henn, o diagnóstico realizado por meio de uma avaliação clínica multidisciplinar criteriosa, uma vez que há outros transtornos com sintomas parecidos com os do TOD. Já o tratamento envolve medicação e terapias de autocontrole que incentivem comportamentos positivos, treinem habilidades sociais e que trabalhem o desenvolvimento da empatia.

Fale conosco
Enviar mensagem
Rolar para cima

Agende uma visita gratuita