fbpx

NeuroStimulus

NeuroStimulus

O processo de habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência é um desafio para médicos, terapeutas e causa muita expectativa nos pacientes e familiares. Diante de diferentes técnicas e abordagens terapêuticas, surge um desafio recorrente aos profissionais da saúde que é decidir sobre qual o método mais adequado para cada indivíduo e quais os exercícios são mais eficientes. Para auxiliar nesse

São diversas as técnicas de tratamento disponíveis. A questão é qual o atendimento mais adequado? Desse questionamento surge a metodologia de atendimento NeuroStimulus. Após uma ampla pesquisa de técnicas, abordagens terapêuticas e metodologias, foram catalogados diversos exercícios para o tratamento dos distúrbios cinéticos funcionais. Investigou-se técnicas que são usadas no tratamento dos distúrbios cinéticos funcionais. Os exercícios foram catalogados segundo sua indicação terapêutica.

Para facilitar o uso da metodologia, um software foi desenvolvido a fim de analisar os exercícios catalogados e as informações do paciente inseridas no sistema pelo terapeuta no momento da anamnese e da avaliação. No planejamento das sessões, o software apresenta ao terapeuta os exercícios mais adequados ao paciente de acordo com o objetivo funcional que se quer atingir com ele.

A metodologia estabelece um plano de tratamento que deve ser apresentado ao paciente com objetivo funcional de curto, médio e longo prazo.

Um teste relacionado ao objetivo funcional é aplicado e gravado por meio de vídeo, que é anexado a plataforma. A aplicação do mesmo teste ao fim de cada ciclo possibilita aferir a evolução do paciente, promover um estudo comparativo – antes e depois por meio dos vídeos – gerando um histórico do paciente. O NeuroStimulus gera dados confiáveis para a devolutiva do paciente, possibilitando inclusive a produção científica.

O respaldo científico quanto a aplicação do atendimento é a neuroplasticidade cerebral, ou seja, alcançar o objetivo funcional por meio do estímulo adequado no sistema nervoso. Para que isso aconteça, não basta a aplicação de uma ou várias técnicas da fisioterapia. Precisa-se encontrar os exercícios que vão gerar o estímulo adequado ao paciente.

Outro aspecto científico é a periodização e treinamento. Por meio da plataforma o terapeuta prepara cada sessão como se fosse o treinamento de um atleta, levando em consideração indicações importantes como: força, resistência muscular, velocidade, agilidade, flexibilidade, equilíbrio, adaptação (intensidade, volume de carga e frequência), variação de treinamento, individualidade, sobrecarga, reversibilidade, continuidade e especificidade.

Portanto, o atendimento neurofuncional que envolve o terapeuta, o paciente e às técnicas disponíveis na fisioterapia, agora contam com a aplicação de uma metodologia que por meio do uso de um software permite a integração de todo o processo de tratamento.

Como NeuroStimulus é um método novo ainda não há estudos científicos sobre o tema, muito embora, a prática clínica e os próprios médicos indicam o método para seus pacientes porque acompanham a evolução deles, ou seja, o caso concreto – como indica em parecer a Associação Brasileira de Fisioterapia Neurofuncional. A associação defende que devem ser considerados como indícios de evidências o estudo de caso, relato de caso e série de casos.

Outra característica importante dessa metodologia de atendimento é que está em constante atualização pois a tecnologia permite a inclusão de novos exercícios a qualquer tempo. Possibilita também uma melhor gestão do atendimento por parte do terapeuta responsável. Pois permite acompanhar o trabalho de toda equipe.

Trabalhar com essa metodologia com uso de software passa a ser essencial nos dias de hoje especialmente em estabelecimentos que trabalham com quantidade e diversidade de pacientes. Para o paciente e seus familiares, a metodologia possibilita uma devolutiva documentada por meio do histórico do paciente, um acompanhamento da evolução baseada em dados, elementos que geram segurança, uniformidade e assertividade a todo processo de habilitação e reabilitação do paciente.

O Cuervas Medek Exercices é uma das técnicas disponíveis para tratamento de crianças com paralisia cerebral, síndrome de Down e outras síndromes ou distúrbios que causem atraso no desenvolvimento motor.

neurofisio_intensiva

logo_neurofisio
Fale conosco
Enviar mensagem
Rolar para cima

Agende uma visita gratuita