Neurofisio Intensiva

Fisioterapeuta da Clínica Neurofisio apresenta artigos no Enepe.

O fisioterapeuta da Neurofisio Intensiva, Silas Damasceno, participou, nesta semana, do Encontro Nacional de Ensino, Pesquisa e Extensão (Enepe), realizado na Universidade do Oeste Paulista (Unoeste). O evento tem como objetivo reunir estudantes, professores e profissionais para apresentação e debate do conhecimento em seus aspectos relativos ao ensino.

Conforme Silas, foi uma grande experiência participar deste evento. “Pude contribuir e aprender com pessoas dispostas a modificar e melhorar o cenário da saúde”, diz o fisioterapeuta.

 Por considerar o encontro importante, já que o mesmo reúne várias áreas de conhecimento, com apresentações de pesquisas que serão aplicadas ao cotidiano das pessoas, o profissional manteve o foco nas pessoas idosas, devido às possíveis dificuldades motoras.

A primeira pesquisa a ser apresentada pelo profissional foi a ‘”Comparação da capacidade cognitiva de idosas ativas e sedentárias”. Já a outra tratou sobre a “Avaliação do equilíbrio em marchas em idosas praticantes de atividades físicas e sedentárias”.

“No primeiro artigo foi utilizado a escala MoCA,  rastreio rápido para avaliar o comprometimento cognitivo leve. A escala vai de 0 á 30 pontos, quanto mais alto a pontuação melhor a capacidade cognitiva do individuo. Nesta pesquisa foi revelado que as pessoas idosas ativas obtiveram melhor pontuação”, ressalta Silas.

A outra pesquisa compartilha do mesmo resultado, de acordo com o fisioterapeuta. “A escala utilizada nesta foi a Tinetti, a qual a pontuação vai de 0 a 28 pontos. Até 18 pontos há alto risco de quedas, de 19 a 2 o risco de queda é moderado e, acima, de 24 há leve risco de queda. Os resultados foram expressivos quando comparado às idosas que praticam algum exercício se comparadas às sedentárias”, frisa.

Para o profissional, o conhecimento adquirido por meio dos fóruns e das apresentações das pesquisas é útil para os tratamentos dos pacientes realizados na clínica, pois, assim, é possível por em prática todas as teorias debatidas. “Elas  revelam novos caminhos e descobertas, para as mais diversas áreas”, finaliza.

x Close

Like Us On Facebook

Tire suas dúvidas